Faça a sua pesquisa

Faça a sua pesquisa

Ganhe uma escapadinha inesquecível na Torre de Gomariz Wine and Spa Hotel

O pedido DE CASAMENTO mais apaixonante



A Casamenteira.pt tem uma  prenda super especial para oferecer: uma escapadinha muito romântica, na Torre de Gomariz Wine and Spa Hotel em Braga. 


Esta escapadinha inclui: estadia de uma noite, com direito a pequeno almoço, jantar e ainda  acesso ao circuito de spa.

Inscrições abertas até dia 22 de Maio!


Preencham a ficha de inscrição e contem-nos como foi o vosso pedido de casamento.

O pedido mais apaixonante ganha esta fantástica escapadinha na Torre de Gomariz Wine and Spa Hotel. 

No dia 24 de Maio, a Casamenteira vai anunciar quem é o casal vencedor!


Boa sorte!

Beijinhos 




Ficha de inscrição:







O pedido DE CASAMENTO mais apaixonante







Mara e João


Na praça considerada mais bela de Berlim, o João ajoelhou-se e disse: visto que estamos na praça mais bela de Berlim, aceitas casar comigo? E eu aceitei :)



Tânia e Rogério


Somos um casal que adoramos viajar e como tal o pedido de casamento foi numa bela viagem a Paris...

No último dia da nossa viagem , e dia de aniversário do Rogério, num romântico passeio de barco sobre o rio sena , ao passar a ponte Marie a ponte onde todos os desejos pedidos se concretizam, e este concretizou se mesmo. Pois aquilo que desejei quando passei pela ponte Marie foi um pedido de casamento em Paris . 

E assim foi , de repente ja tinha o Rogério ajoelhado a meus pés com um anel de noivado a fazer o pedido com todos os restantes passageiros a aplaudir.


Foi sem dúvida um momento único , o momento em que os meu desejo se concretizou . Nunca nos iremos esquecer da data , porque aquela que era uma viagem de aniversário surpresa ao Rogério acabou por ser uma viagem em que a surpreendida fui eu. 29/09/2018 .


Portanto Nós  Teremos Sempre Paris.



Hugo e Marisa


Já namoramos há 8 anos e em Outubro de 2017 no dia do meu aniversário, eu tinha ido com a minha irmã gêmea a casa da minha irmã mais velha buscar a minha prenda de aniversário, que a minha irmã escondeu lá para eu não ver. 

Às 00:00 o meu noivo mandou-me os parabéns. Como do costume sempre dos primeiros. A minha mãe ligou-me a ver se íamos demorar que nos queria dar os parabéns.


Nesse dia chovia muito. Nós deixámos a chuva acalmar e fomos. Quando chegámos, a minha irmã foi a primeira a entrar e disse: "ó cunhado estás aqui"?

E eu fiquei surpreendida, não sabia de nada. Ele disse: "vim trazer a tua prenda, está em cima da mesa da cozinha".


Lá fui eu. Não encontrei nada e ele estava sempre a dizer procura melhor. Eu corri tudo e quando eu estava quase a desistir de procurar a minha mãe disse: "filha vê se não é este saco aqui no móvel. Quando eu estava de costas a abrir o saco, ele diz: "Amor?". Eu virei-me, ele estava de joelhos e disse": Queres casar comigo?". E eu emocionei-me e disse sim.





Graciete e Henrique


Foi muito romântico, com um lindo pôr do sol, um ramo de flores e uma caixa de chocolates e o anel claro.

Por coincidência fazíamos 6 anos de namoro. A foto é desse dia.

Ele disse: "casa comigo és a mulher da minha vida".



Ana e João


Foi no dia que faziamos 10 anos de estarmos juntos.

Ele chamou-me de madrugada de joelhos e fez-me o pedido de casamento.



Joana e Diogo


No primeiro dia que nos conhecemos, ele virou se para mim e disse: “tu ainda vais ser minha mulher, vais casar comigo e ser minha para sempre".

Eu ria me e pensava: puff pois sim!! Vai sonhando....


Ao fim de uma ano juntos, sem nunca mas NUNCA me ter pedido em namoro, chegou o dia em que casámos e na manhã seguinte ao nosso casamento ele acorda me e diz: “amor.... queres namorar comigo?!"

E eu disse: "baby estás trocado. Agora já somos casados“.

Ao qual ele respondeu: ” sim! Mas agora temos a vida inteira para namorar, porque es minha mulher“.


Casámos, namoramos e esperamos o nosso rebento, uma princesa, como prova do nosso amor. Tudo isto em 2 anos! Só mesmo amor à primeira vista.



Claudia e Ricardo


O meu pedido de casamento foi muito romântico, não fosse ele feito no dia em que comemorávamos 1ano de namoro ❤️.

Preparei um jantar muito romântico para o Ricardo cá em casa, pois como ele saía tarde do trabalho, não dava muito tempo pra ir a um restaurante.

Então durante a tarde fui preparando tudo ao pormenor, desde entradas, prato principal até as sobremesas. Correu muito bem o jantar e estava tudo muito bom (pelo menos foi o que ele disse).


Entretanto levantei me para tirar café e quando chego perto do Ricardo ele agarra me a mão e diz que tem uma coisa muito importante pra dizer. Então ele tira do bolso uma caixinha com um anel, mas não era um anel normal... pois era um anel feito por ele. Sim ele fez um anel com arame e meteu uma pedrinha em cima e então logo de seguida veio o pedido. Fiquei sem respirar por apesar de não estar à espera do pedido. Aquele anel era especial.... agarrei-me a ele a chorar e disse de imediato SIM. Ele disse-me que infelizmente como só ganhamos o salário mínimo os dois, mas que era um sonho que ambos tínhamos, que teria de arranjar forma de me fazer um pedido especial, e sem dúvida que foi.


Mas a surpresa não acabou e do outro bolso tira o anel verdadeiro ❤️. Acho que ainda hoje quando falo sobre esse dia, me emociono... 






Rita e Fábio


O Fábio entrou em contacto com o Jardim zoológico para tentar pedir que realizasse o pedido de casamento com a ajuda de algum animal. Depois de algumas conversas conseguiu realizar o pedido de casamento na baía dos golfinhos.


O pedido foi feito depois de um dos espectáculos principais, em que no final há algumas fotos com os leoes marinhos. Eramos os ultimos da fila. Quando chegou a nossa vez os tratadores disseram: "bom vão ter de esperar mais um pouco este Leão ja esta um pouco cansado, vamos trazer outro para tirarem uma foto com vocês".


Começou a dar a nossa musica dentro do recinto e entra um leão marinho com um cesto da boca e ele vem até nós com as alianças. Foi fantástico, todos os colaboradores do zoo, principalmente da baía dos golfinhos ajudaram a realizar o pedido de casamento, diferente, mas divertido






Rita e Filipe


O meu pedido de casamento foi no dia 12 de Janeiro de 2019, no aeródromo de Évora. O noivo preparou-me uma suposta surpresa de aniversário e levou-me até Évora para realizar-mos um sonho comum: fazer queda livre!


Fiquei muito entusiasmada, mas nunca desconfiando do que ia acontecer. Ele saltou primeiro e eu saltei uns minutos depois. Quando já estava com o para quedas aberto, quase a aterrar, qual não é o meu espanto quando vejo uma placa enorme no chão a perguntar: "Queres casar comigo?" e como é óbvio eu aterrei no Sim.


Depois, como manda a tradição ele ajoelhou-se e perguntou mais uma vez se eu casava com ele! Foi um pedido muito original, romântico e cheio de adrenalina



Thalita e César


No dia do meu aniversário 07/09/2018, saimos para almoçar só nós dois. 

Após o almoço, fomos tomar café. Ele trouxe dois cafés no tabuleiro e uma caixa com um anel. E então disse: "aceita casar comigo?.


E agora estamos na organização pra celebrar nosso casamento que será no dia 31/05/2020 com alguns famíliares vindo do Brasil pra participar desse momento lindo❤️❤️."



Vanessa e Filipe


Fomos em passeio no dia 21 de fevereiro de 2017 até a Serra da Estrela com uns amigos nossos. Estávamos lá na neve na brincadeira e quando dou por conta ele estava de joelhos a minha frente a pedir me em casamento à frente de toda a gente que lá estava.


Achei super querido ele ter tido a coragem de o fazer em frente de pessoas que nem nos conheciam. Começaram todos a bater palmas. E lógico que aceitei.



Anabela e Paulo


Numa noite de Setembro fomos jantar e passear pela cidade do Porto. Quando fomos para o carro, o Paulo oferece-me uma linda caixa com uns belos sapatos e na sola estava escrito: "Queres caminhar ao meu lado até que a morte nos separe? Eu disse que Sim!!! "


Carla e João


Foi na festa do primeiro aninho da nossa princesa.

Fizemos uma festa bonita com as pessoas mais proximas de nós e com muitos pormenores feitos por nós mesmos.


No momento de abrir as prendas, colocou a musica "Vem pra minha vida"

e abrimos (eu e a nossa pisquinha) uma prenda especial! Um body para ela,

onde dizia: "Mamã aceitas casar com o papá?".


Olho para trás, está ele ajoelhado com o anel e pergunta: "Aceitas casar comigo

e ficar comigo para sempre?"


Chorona que sou, fiquei super emocionada e os convidados (a nossa familia e amigos) fizeram-me gritar imensas vezes e cada vez mais alto " SIM".

Foi um pedido simples mas bonito"



Carmen e Gonçalo


O Gonçalo nasceu na ilha do Pico e a Carmen no centro de Portugal continental. Em todas as vezes que fomos à ilha do Pico, o Gonçalo sempre tentou convencer a Carmen a subir a mais alta montanha do nosso país, mas sem grande sucesso, pois a Carmen não é muito dada a alturas nem grandes esforços físicos.


Mas como água mole em pedra dura tanto bate até que fura, no dia 9 de Agosto de 2018 lá fomos os dois na grande aventura que é subir a montanha do Pico. Depois de 5 horas de subida/escalada, onde as nuvens ficavam bem abaixo dos nossos pés pousados na rocha negra, lá chegámos à cratera do vulcão mais imponente do nosso país!


Montámos a tenda e lá tentámos descansar e dormir durante a noite silenciosa no topo da montanha. Entre conversa, petiscos e tentativas do nos aquecermos (lá em cima faz muitooo frio!!) passámos a noite acordados. Por volta das 5h30 da manhã iniciámos a ultima jornada: a subida ao piquinho, localizado dentro da cratera e que totaliza os 2351m de altitude. Já quase no topo do topo, enquanto a Carmen está agarrada a uma rocha cheia de vertigens, o Gonçalo desce até à rocha imediatamente abaixo, ajoelha-se e revela uma caixa com um anel!!!


Depois de algumas palavras sentidas o pedido de casamento acontece! A Carmen diz que SIM lavada em lágrimas de emoção!! Ali, juntos, vimos o sol nascer sobre o branco das nuvens a contrastar com o negro do basalto, falando de sonhos e projectos! "





Monica e Carlos


O meu pedido de casamento foi feito no dia do meu aniversário 12-11-2018.

Já namoramos há 7 anos e já andava a dizer que queria casar e ele dizia: "um dia. Temos tempo".


Mas nesse ano não estava nada a espera do pedido, porque estavamos a juntar dinheiro, porque no dia 21 de dezembro arrancava para África para visitar o meu pai que já não via há 5 anos. O Carlos estava-me sempre a dizer: "nos teus anos não vou dar nada , porque já vamos gastar dinheiro na viagem".

E eu, claro, compreendi porque tínhamos combinado não gastar dinheiro. 


Ele surpreendeu-me. Pensava sempre que ia saber o dia que ele me ia pedir, mas enganei-me bem e aproveitamos para dar a notícia quando fomos visitar a minha família. Agora só casamos em 2022 para a minha família de lá conseguir organizar-se para vir cá ao casamento, pois neste dia quero as pessoas mais importantes da minha vida comigo.



Cláudia e Pedro


O meu pedido de casamento foi feito o ano passado no dia 9 de setembro no dia dos meus anos.

O meu futuro marido resolveu sair de casa cedo irmos almoçar fora com o nosso menino ( já temos um bebé grande com 2 anos ). Fomos almoçar, demos um passeio e depois ao fim do dia fomos para casa.


Quando cheguei a casa estavam lá escondidas todas as pessoas com quem a gente mais lida no nosso dia a dia, quando de repente aparece o meu noivo com um bolo grande de anos para mim.

Todos me cantaram os parabéns e no bolo estava escrito o grande pedido de casamento já com o anel do bolo



Andreia e Helder


Então, o pedido foi no dia 4/6/2018, dia do meu aniversário e da minha sogra também.

Tínhamos convidado a família para festejar todos juntos e o Hélder, como já tinha ideias de o fazer, fê-lo nesse dia.


Foi lindo, pois quando chegámos ao restaurante, os funcionários estavam distribuídos desde a porta de entrada até à mesa onde iríamos ficar, todos eles com rosas vermelhas para me oferecer. Pensei eu que fosse por fazer anos.


O jantar correu super bem e muito tranquilo, até que chegámos à parte do bolo

e depois de abrir os presentes, o presente do Hélder foi o último a ser aberto, como todos os anos, (para criar suspense).


Quando abri, comecei a ler a cartinha que lá estava e pronto quando olho para o lado estava ele de joelhinho no chão a pedir-me em casamento em frente a toda a família e a um restaurante cheio de gente. Fiquei radiante e é um dia para nunca mais esquecer.





Andreia e Fábio


O meu pedido de casamento, eu não estava mesmo a espera... aliás nunca pensei que ele me iria pedir em casamento, porque ele é muito tímido e sempre que lhe falava do pedido de casamento ele mudava de assunto.


Quando nós fizemos 5 anos de namoro, eu organizei um jantar com uns amigos nossos, onde iríamos dizer que iríamos casa e entregar as pulseiras às damas de honor e padrinhos (ou seja iria ser uma surpresa para os nossos convidados).


Eu achei a minha irmã muito esquisita (mal eu sonhava que ela era a cúmplice dele). Jantámos, partimos o bolo, quando nisto vem o meu namorado e se mete

à minha frente de joelhos, com uma caixinha com um anel e me pede em casamento.


Quando eu pensava que iria surpreender todos, acabo eu surpreendida por ele e todos a chorar. Não imaginava mesmo! E foi assim o meu pedido de casamento :) beijinho



Suzane e Sérgio 


O pedido foi feito aqui na Suíça, mas meti os papéis pra casar em portugal onde coloquei uma advogada a tratar desse processo e ainda não consegui casar!!



Rute e Joel


Dia muito normal, em que preparava a nossa casa para receber a nossa familia e amigos para inauguração da nossa casa e juntamente comemorar os nossos aniversários! 

Festa quase a terminar, pensava eu, fomos ao jardim para a foto em familia e brinde! Meteram me à frente, lógico e restantes ao lado e atrás, tipo roda.

Para mim todos os passos e movimentos que a minha irmã ia dizendo faziam sentido, já que ela tem olho e jeito para fotos!

Depois de tudo orientado e centrado, aparece o nosso cão com uma ardósia com a célebre frase: "dona, aceitas casar com o dono?", cheia de luzes com uma fita, tipo trela, com o dono atrás com um gigante ramo de flores, onde estava lá perdido o anel, que por sorte não caiu na relva!


Toda a gente gritou de alegria, eu fiquei sem reação... a única cúmplice foi a minha irmã (ajudou na escolha do anel) e o meu cunhado (que soube no dia, pois ficou encarregue de ir buscar o bolo, que por sua vez, chegou a minha casa desfeito. Portanto, foi um pedido emotivo, romântico e trapalhão!!!





Catarina e Fábio


O meu pedido de casamento com a minha noiva foi assim: trabalhamos num hospital e nessa noite saímos às 8 da manhã pois estávamos a fazer noite.


Depois de planear tudo ao pormenor achei que seria a altura ideal pois sabia que a Catarina não estaria de todo à espera. Saímos os dois à mesma hora e em vez de me dirigir a casa pusemo-nos a caminho de Melides, já com o anel no bolso.


Chegando lá e ela completamente sem saber o que se estava a passar, estavam à nossa espera os cavalos com que iríamos passear junto à beira mar.

Com ela já delirante, descemos os dois dos cavalos numa encosta com vista para toda a praia, ajoelhei-me perante ela e fiz o pedido.

Não tinha como dizer que não.

Tudo isto coordenado e filmado pelo nosso guia num dia especial e espectacular!



Andreia e Miguel


Foi em pleno rio Douro, dentro de um barco de passeio , ao som da música de fundo de Matias Damásio "nada mudou"!! Foi emocionante.



Sara e Mauro


O pedido de casamento foi tão bom como engraçado. Num belo dia de primavera de 2018 eu lembrei me de fazer um pedido ao namorado num sítio que ambos adoramos mas um pouco impossível. Como tentar não custa aí foi eu atrás de um número de telemóvel ou telefone da produção do RFM Somnii. Achei.


Entre chamadas e sms e como não podia ser em cima do palco, ufa que alívio pois nunca quis ir lá para cima, eu queria no areal, pés bem assentes na terra, em frente ao mar que adoramos. Entretanto até chegar o fim de semana do festival fui fazendo a surpresa com umas amigas. Comprei 5 camisolas brancas e uma toalha dourada. Cada camisola tinha letras A C E I TA S para os nossos amigos vestirem.


Percorri todas as ouriversarias possíveis para encontrar um anel de noivado para homem e mulher, como não havia para homem comprei aliança para ele e o anel dos meus sonhos para mim. Até aqui parece que correu às mil maravilhas mas espere Teresinha que não.


Como fui acertar no tamanho dele? Numa brincadeira que inventei com um anel meu, aqueles que alargam e disse que lho dava para ele se vestir de mulher para um jantar que íamos em que ele era o único homem, ele pôs o anel e tirou o, obviamente e, assim ficou o tamanho exacto do anel.

Caixinha toda bonita não podia faltar.As minhas amigas ofereceram me uma coroa em flores brancas para levar ao pedido. Preparámos tudo às escondidas dele.


Lá chegou o dia de irmos para o festival, tive de arranjar uma desculpa para ir a casa de uma das nossas amigas que me ajudou pois era ela que tinha a caixa com as coisas e partimos rumo à Figueira da Foz.

No dia a seguir enquanto ele foi buscar uma amiga nossa à rodoviária eu fui andando com a restante malta até à entrada e aí disse lhes o que ia acontecer, até então só uma é que sabia.


Mandei mensagem ao senhor da organização, pois passar pela segurança com todo aquilo era impensável, mas ele não leu a tempo. Lá tive de explicar à segurança e à polícia o que ia fazer e mostrar o que tinha lá dentro da caixa.

Fui ter com o Pedro da RFM e combinámos em ele ir ter connosco fazer uma entrevista ao Mauro directamente para a rádio.


Enquanto falavam cada um vestiu a sua camisola até que eles se viraram e assim foi feito o pedido e aceite que foi só a melhor parte. Um pedido feito pela mulher é invulgar mas temos o mesmo amor para fazer o pedido como eles têm o direito de serem pedidos em casamento também.





Ana e Daniel


Não ouve pedido...ambos tivemos outra relação, e agora ao fim de 4 anos de namoro num casamento de um amigo ( bombeiro) porque o meu + que tudo é bombeiro.


Após surpresa aos noivos a tocarem a fanfarra, os nossos amigos começaram a apertar com ele e pensavam que era mentira quando ele disse que era dia 29 de fevereiro. Ele mandou ir ver ao telemóvel e em 2020 Fevereiro tem 29 dias.


Mais um casamento de um bombeiro voluntário de Minde ( dois pobretas sem xeta) mas muito felizes.



Susana e André


O pedido de casamento foi tão, tão, tão lindoooo, chorei baba e ranho, até um pequeno vídeo fizeram. Foi no meu aniversário 19 de Maio, o ano passado completava eu 33 anos.

Fiz uma festa de família e amigos, num restaurante que adoramos ir ... estava tudo animado, tudo alegre, excelente comida, música fantástica.


Nisto o André disse-me: "amor vamos ao carro, buscar umas sacas que lá deixei e são para ti". Lá saímos do restaurante. Ao regressar não ouço a música nem vi ninguém cá fora a fumar.


Ao abrir a porta ... jesus tanta gente a olhar para mim, e o músico meu amigo Will Souto a cantar: "quer, quer, quer, quer casar comigo", uma música de Bruno & Marrone e toda a gente no restaurante com folhas A4 na mão com cada letra SUSANA QUERES CASAR COMIGO?

E o André já ajoelhado com o anel, e eu a chorar só dizia "vou-te matar, que vergonha" mas claro gritei o sim e demos aquele beijo apaixonado.


Naquele dia disse lhe logo será 15 de Agosto de 2020 , data que os meus queridos sogros (ambos falecidos, fariam 40 anos de casados.

Será uma data tão importante ... e será o nosso felizes para sempre





Rita e Roberto


Bem... Não foi só um pedido de casamento. Todos nós temos uma viagem de sonho , e sim, a minha sempre foi ir à Disneyland Paris e aproveitar todas as atrações como uma criança. E o meu querido noivo decidiu concretizar esse sonho.


Falou com as minhas colegas de trabalho e com a minha família e organizou a viagem. Só soube 2 dias antes que iria viajar, sem saber o destino e os dias, apenas soube só no aeroporto. Fomos então para Paris e claro... Disneyland.


Aproveitamos aquilo como crianças, tão felizes e encantados. Foi então que no final do dia, fomos ver o espetáculo noturno, com fogo de artifício, luzes, projeções de água, tudo tão lindo.

E quando olho para ele, estava ajoelhado com a aliança na mão e faz o pedido de casamento. Foi tão mágico.


Ps. ele aguentou o dia todo com a caixa com o anel no bolso (coitado).





Patrícia e Carlos


Tudo aconteceu na noite do dia 24 de dezembro de 2018.

Jantámos como uma família normal, rimos e eu sem imaginar o que me esperava a seguir.

Há meia noite ele surpreende-me com um solitário e de joelhos á frente da minha mãe e da minha irmã ele diz: "queres casar comigo mulher da minha vida?"


A minha primeira reação foi: "põe o anel no dedo". Ele à espera de uma resposta romântica e eu só lhe disse para meter o anel no dedo.

Foi a noite mais especial na minha vida e a surpresa mais bem feita que algum dia alguém me fez.



Teresa e Pedro


Dia 17 de Outubro de 2018, marcava 19 horas no relógio, quando o Pedro disse que íamos jogar um jogo e que tínhamos de ir para o carro para iniciarmos esta aventura.

Entretanto no carro deu-me um caderno com uma atividade de unir pontos e uma caneta. Comecei a unir os pontos enquanto ele conduzia até ao destino.

Ao unir os pontos formei uma palavra mas a palavra não tinha sentido, pois tinha unido mal os pontos. Após a ajuda do Pedro cheguei à conclusão que a palavra formada era “Espinho”, o local do nosso destino.


Quando chegamos à praia de Espinho, a “nossa” praia, com tanto significado, estava um frio e vento gelado mas mesmo assim fomos até à areia onde continuamos o jogo planeado pelo Pedro.

Quando calcamos a areia o Pedro deu-me uma pokebola para as mãos e disse-me para abrir, dentro da pokebola tinha um pikachu com um papel que dizia “parabéns acabaste de receber um pikachu para dares ao teu mini mow.


Nesse momento dei o pikachu ao nosso filho, o nosso mini mow e lá ficou todo contente e entretido enquanto continuávamos o jogo.

De seguida o Pedro pediu-me para ver melhor o papel, pois no seu interior estava escrito “Bónus olha para trás de ti no chão”.

Olhei e tinha uma saqueta de cartas Pokémon, abri e tinha as típicas cartas. De seguida deu-me mais uma saqueta, mas desta vez as cartas eram diferentes, eram as nossas cartas, eu, o Pedro e o Noah (o nosso filho).


Por fim, deu-me mais uma saqueta que continha o pedido, a carta mais preciosa “The proposal”, na carta constava a questão “Will You Marry Me? If answer is “yes” you win and will be yours forever and ever!”

Nesse momento o Pedro ajoelhou-se e pediu-me em casamento “Maria Teresa Paiva Ramos aceitas casar comigo?”, as lágrimas começaram a cair, estava tudo tão perfeito, o anel era o mais lindo de todos.

A resposta foi dada com a carta de Pokémon que tinha na saqueta do pedido, a carta “magic ring”, a carta do “yes”, ganhei o jogo e ficamos noivos. Foi tudo tão mágico, o noivo, o pedido e o anel que foi desenhado pelo Pedro e que é único."





Dolores e Richard


Um dia ele chegou a casa e perguntou por mim. Respondi que estava no banho. Ele perguntou se podia entrar. Respondi que sim.


Quando saí do banho como vim ao mundo, pediu-me para casar com ele e eu aceitei. O anel era o anel de pedido de casamento da minha sogra.



Vera e Fábio


Foi na passagem de ano numa discoteca. Eu estava a contar a uma amiga que me tinha pedido em casamento mas disse que não tinha anel e ela pegou tirou um anel da mão parecido a um solitário e deu lhe.


Entretanto passa um senhor a vender rosas e ele comprou um rosa e pediu me em casamento. Nunca pensei. Amei mesmo. Hoje ja tenho o meu anel e vamos casar. A nossa bebe será a menina das alianças.



Jessica e Bruno


O nosso pedido de casamento foi o mais caseiro e o mais romântico que ele podia ter feito. Éramos emigrantes em França , eu estava longe da minha família. Viemos passar o natal de 2017 a Portugal, em Braga, com a minha família e a família dele, em casa dos meus pais.


Na noite de natal, 24 de Dezembro de 2017, na altura de darmos as prendas,

ele ajoelha-se, dá-me o anel de noivado e perguntou se eu queria casar com ele. Fiquei apática porque não estava mesmo a contar.


Óbvio que disse que sim porque ele foi o meu primeiro namorado o meu primeiro amor e desde então já estamos há 14anos juntos e daqui a menos de 2 meses vamos subir ao altar.



Liliana e Fernando


O pedido de casamento foi na cidade do Porto à meia noite de dia 1 de janeiro.



Nádia e José


Imaginem um rapaz, de uma aldeia algures perdida no meio da serra, que decide, finalmente, pedir a sua namorada em casamento. Corre as ourivesarias todas

que conhece, pelo caminho encontra outras tantas, até que finalmente encontra o tal anel.

Mas esperem, ainda falta escolher o local e a data apropriada, que poderiam muito bem ser durante as já planeadas férias em Albufeira, a ver o por do sol numa daquelas praias paradisíacas. Era mesmo bonito não era?


Pois, mas devo dizer que esse rapaz andou todos os santos dias dessas férias com o dito anel no bolso (inclusive foi mergulhar com ele) e regressou a casa sem ter feito o tal pedido.

Até que, num belo dia, este decide preparar um jantar romântico surpresa em casa, com o objetivo de pedir a sua mais que tudo em casamento. Estava tudo preparado quando ela lhe telefona a dizer que estava atrasada no trabalho e que tinha decidido, mais os colegas, jantar fora nesse dia.


O rapaz jantou sozinho, comeu os morangos todos, bebeu a garrafa de vinho e esperou que ela chegasse. Quando finalmente ela entrou em casa, algo cansada, deitou-se logo no sofá. Ele perguntou se ela queria um pouco da sobremesa que tinha sobrado, ao que ela respondeu afirmativamente. Então ele deslocou-se à cozinha e trouxe uma caixa com a dita sobremesa.

Ao abrir a caixa, ela depara-se com uma mensagem escrita à mão e quando se volta para perguntar o que era aquilo, dá de caras como o rapaz ajoelhado entre o sofá e a televisão com o tal anel (lembram-se dele?) nas mãos e a sorrir. Ela sorri também e diz "Sim". E assim foi o meu pedido de casamento.





Fabiana e Élio


Sempre considerei o pedido de casamento como um dos atos mais marcantes e célebres na vida de um casal, especialmente para as mulheres. O pedido de casamento é o verbalizar, o oficializar e o concretizar da vontade.

E num pedido de casamento espera-se um momento bonito, romântico e acima de tudo criativo e memorável. E não é que eu tive direito a tudo isso!


Ele sempre disse que queria casar comigo. A vontade estava lá mas, para mim, as coisas são diferentes e o lado romântico fala mais alto. Mulher que é mulher sonha e deseja ser pedida em casamento.


Uma sessão fotográfica foi o ponto de partida. Ele queria captar o momento, valorizando a emoção real e a verdade daquele encontro. Para mim era apenas uma sessão fotográfica de casal. O Élio em 2017 começou a preparar tudo. Investigou o tamanho do meu dedo e comprou o anel no final de outubro. Escreveu a simbologia do anel e porque o mesmo se identificava comigo e com a nossa história. Fez uma declaração de amor linda e emocionante. E mesmo tendo a certeza que diria sim, deixou-se levar pelo muito nervosismo do momento.


Tudo aconteceu na noite de cinco de fevereiro de 2018. Precisamente, no dia em que completávamos nove anos e cinco meses de namoro e, tal como todos os dias cinco de cada mês, iríamos comemorar.

Preparei-me para uma sessão fotográfica e, a pedido dele, levava a mala de viagem com uma segunda indumentária para fotografar junto ao Douro por volta das vinte e uma horas.


Estávamos a caminho do Porto, mais precisamente na autoestrada, noto que ele não segue o percurso habitual. Achei estranho e questionei. Respondeu que tinha visto que estava um pouco de trânsito e que iria tentar contornar. Confiei, como confio sempre. Dou por mim a chegar ao hotel dos meus sonhos: The Yeatman. Perguntei de imediato o que estávamos ali a fazer e ele respondeu que seria o local da sessão fotográfica. Era tudo tão mágico, incrivelmente lindo, extremamente requintado e harmonioso que estava a ser difícil acreditar que o sonho era real.

O meu sorriso era a expressão mais evidente no ecrã da câmara fotográfica. A noite estava fria, diria gelada, mas o meu coração contrariava a temperatura e escaldava de amor. Depois de imensas fotos, interiores e exteriores, o Élio diz-me que tinha mais uma surpresa para mim. Mete-me no elevador e descemos para o piso zero – este hotel tem uma particularidade, alusivo aos socalcos do Douro Vinhateiro, a entrada e receção encontra-se no quinto e último piso e os quartos nos pisos inferiores.


Chegamos ao piso zero. O elevador abre e ele diz que terá de me colocar uma venda para que possa realizar a surpresa. Eu, pessoa que odeia vendas, disse que poderia dispensar a surpresa por causa de não ter de usar a venda. Os fotógrafos de imediato me convenceram: “se fosse a ti usava a venda. A surpresa vale a pena.”. Embarquei na aventura. Ele coloca-me a venda e anuncia que terei de andar uns largos metros. Pedi-lhe a mão e confiei nele para me guiar. Afinal, eu confio sempre nele e o que seria uma relação sem confiança?! Chegamos à meta. Vim a saber, mais tarde, que era a Master Suite 008 Taylor’s Port. Sentou-me num cadeirão enquanto se preparava para o momento da verdade. Implorando para não tirar a venda, guiou-me até a um lindo coração de pétalas encarnadas que era invisível para os meus olhos vendados. Após breves segundos pediu-me para retirar a venda.

E aí vejo o meu príncipe de joelho no chão, caixa na mão, anel iluminado e com um brilho no olhar. Estava nervoso, mesmo sabendo que eu diria SIM! Então, ouvi sair da sua boca a tão esperada pergunta: “Fabiana, aceitas casar comigo?”. Entrei em coma de felicidade! Aceito! Claro que disse ACEITO!


Pouco tempo passou desde o dia em que fui pedida em casamento e já me lembro com muita saudade e emoção! É um momento único,





Melanie e David


O pedido de casamento foi ao por do sol no miradouro mágico (serra da freita) com vista para Arouca.

Quando estava eu a tirar uma fotografia do lindo por do sol, sinto o David a tocar me nas costas. Viro-me, ele ajoelha se e pergunta " casas comigo?" e eu claro disse SIM.





Ana e Rui


Namoramos há 10 anos e o ano passado começamos a viajar. Fomos a Madrid e à Tunísia. Este ano tivemos a oportunidade de ficar em casa de uns primos meus e então decidimos ir passar a semana do meus anos a londres.

Foi uma semana muito boa e deu muito para estarmos só os dois e namorar.

Fiz anos a 5 de Abril e escolhemos esse dia para irmos conhecer london Bright e foi ai quando estavamos sentados no muro a mirar a torre que ele pegou do anel e começou a declarar. Fartei-me de chorar e com o coração a bater a horas disse logo que sim. Era um sonho e agora vai-se realizar a 23 Maio de 2020





Cátia e Nuno


Era um dia normal, saímos de casa para ir jantar com a minha sogra, como era usual nos dias de folga e decidi estrear umas calças novas de cetim!

Na viagem até lá notei que as calças tinham ficado manchadas do creme e fiquei super chateada por ter que mudar a roupa.

Depois do jantar fomos ter com uns amigos em Sintra ver uma final de futebol e o noivinho sugeriu irmos passear junto à "nossa" praia, uma vez que já andava a comentar as saudades que tinha.


Lá fomos nós passear e começo a notar que ele estava estranho, com as mãos super suadas! Estamos a subir umas escadas para voltarmos para o carro quando ele me chamou.

Olho para trás e está ele, de joelhos com o anel nas mãos e diz, de forma muito romântica: "Vamos lá déspachar isto porque estou muito nervoso! Casas-te comigo?!".


Fico incrédula e demoro um pouco a cair em mim e antes de responder que sim e o abraçar só consigo dizer "Nem acredito que estou assim vestida neste pedido"! Passado um tempo voltamos para o carro e telefono à pessoa mais importante da minha vida para lhe contar a novidade - a minha mãe!

Quando lhe conto a chorar (coisa que fiz durante muitoooo tempo), ela conta-me que já sabia pois ele tinha-lhe pedido a minha mão.


Foi o pedido mais bonito que poderia imaginar e representou fidignamente as nossas maluquices. Mal podemos esperar para que o dia chegue, pois temos a certeza que será para sempre."





Sara e Pedro


Desde que começamos a procurar casa, já falavamos em casar e como seria o pedido e a festa e todos os outros pormenores envolvidos. Ele sempre com muito mais vontade do que eu para casar.

Mas quando começamos a viver juntos na nossa casa, as coisas mudaram e a minha vontade de me casar com o Pedro aumentou bastante. Muitas das vezes ia enviando fotos de anéis de noivado ou de outras dicas para ele perceber o que eu queria. E ele acabava sempre por me dizer que hoje em dia já não tinha que ser o homem a fazer o pedido de casamento, mas que podia ser a mulher também.

E nunca liguei muito ao que ele ia dizendo.


Até que comecei a levar mesmo a sério fazer o que ele tanto pedia. Então comecei a imaginar como poderia fazer o pedido de casamento. Como ele é vocalista numa banda de baile, achei engraçada a ideia de ser feito num baile de verão com os nossos amigos a assistirem.

E assim foi, falei com vários amigos nossos para estarem presentes no dia do pedido. Estava tudo pensado e tudo combinado com os colegas da banda para que fosse ele o surpreendido.


Quando ele acabou de cantar uma das nossas músicas favoritas, lá fui eu até cima do palco com 3 balões escritos com a frase " queres casar comigo?".

Tirei-lhe o micro da mãe e fiz-lhe a pergunta. Ele disse para esperar e eu fiquei sem perceber o que se estava a passar.


Nessa mesma altura ele diz ao micro que eu me tinha antecipado e que ele ia fazer o pedido de casamento na semana seguinte. Vai à mala dele, tira o anel de noivado, ajoelha-se e faz-me a mesma pergunta se queria casar com ele.

Ao qual eu respondi que sim.


Fomos então surpreendidos um pelo o outro com o pedido de casamento. E fiquei a saber que ele já andava com o anel de noivado na carteira há uns dias. Foi lindo e maravilhoso.





Isabel e Israel


Numa noite estrelada, um ano depois do primeiro beijo. Estava eu sentada a comer um pão com queijo.

Momentos depois ele apareceu com o seu ar encantador e deu-me um hamburguer.

Dei uma mordidela e percebi que havia algo no meio do pão: um anel.

E tudo isto sem testemunhas para contar.




Sónia e Tozé


As coisas surgem quando menos se espera. E acho que depois de tanto querermos os dois o mesmo, ele achou por bem ser ele o meu pai natal e fazer-me acreditar na magia do natal e do nosso amor.

No natal surpreendeu-me junto de toda a família com um pedido de casamento que nos pôs a todos a chorar e ansiar pelo dia D.... que está mesmo a chegar...



Joana e Ricardo


O pedido foi no dia 24/12/2018 no fórum de Coimbra.



Solange e André


Fomos num fim de semana romântico a dois no Porto. Passeámos num tuk tuk e de seguida fizemos o cruzeiro das 7 pontes.

Durante a viagem, mesmo no exato momento em que passávamos por baixo da ponte D Luís, ele muito nervoso tirou o anel e fez o pedido. Foi maravilhoso, ao fim de 7 anos de namoro e 2 filhos.



Ana Rita e Tiago


O meu pedido de casamento, foi inesperado e muito giro. Foi no casamento da minha cunhada e batizado do nosso afilhado.

No final da noite o Tiago subiu para cima do palco a agradecer o facto de termos sido padrinhos.


A minha mãe ao vê-lo no palco, achou estranho e disse logo que o Tiago devia estar bebado.

Começou por agradecer, e depois chamou-me. Foi então que começou a tocar a nossa musica e ele ajoelhado pediu me em casamento.

Todo o salão estava a gritar "diz que sim" e com voz de alegria gritei SIM. Gostei muito da surpresa.



Marta e Ricardo


Fomos de férias em Setembro de 2018 para o Dubai. Numa ida à cidade subimos a torre mais alta do mundo o Burj Khalifa e foi aí que tudo aconteceu.

Sem duvida um momento que nunca iremos esquecer, foi mágico.



Carina e Tiago


Estavamos na cama e de repente eu disse pra ele: vamos casar!

E ele: queres mesmo? Sim!

Depois ele formalizou com um pedido com anel no castelo de Leiria.



Bárbara e Martinho


No dia 27 de Setembro de 2018, quando completavamos 6 anos e 8 meses

de namoro, o Vítor pediu-me que estivesse em casa às 17h30 porque tinha uma surpresa para mim.

Pensei que era uma prenda para o meu aniversário, que tinha sido no dia 13, mas como não estávamos em Portugal não comemoramos com a família, e eu, tonta, achei que íamos jantar ou algo do género para comemorar os meus 23 anos.


Chego a casa, vamos para o carro e depois de uma viagem de 30 minutos chegamos a um estaleiro de cavalos. AMO CAVALOS DE PAIXÃO!

Agradeci-lhe mil vezes pela prenda, e ele sempre com uma pose super descontraída deu-me os parabéns (mais uma vez).

Fomos então um em cada cavalo sempre guiados por um senhor muito simpático. Até que chegámos às dunas da praia do Norte (Nazaré), um por do sol maravilhoso, o mar calminho, tudo perfeito.


Qual não é o meu espanto que quando olho para a parte da costa vejo muita gente a correr com coisas na mão (não conseguia distinguir quem era por estar longe) e pensei: "que gente doida a correr para vir para a praia a uma hora destas".

Quando começamos a chegar mais perto vejo o meu pai, a minha mãe, os meus tios, os meus cunhados, as minhas sobrinhas, e todos os meus amigos de coração.


Caiu-me a ficha e pensei "será que é desta?" ahahah. Descemos dos cavalos

e havia uma caixa enorme que me pediu para abrir. Montes de balões cor de rosa saíram a voar. E ficou um, um balaozinho cor de rosa em forma de coração preso a uma caixinha.

O Vítor agarrou a caixinha, ajoelhou-se e a pergunta mágica surgiu... "queres casar comigo?"

Chorei, chorei, chorei, as pernas tremiam como nunca e passado algum tempo (demasiado pelo que o noivo diz) CLARO QUE SIM!


É de ressaltar que os meus pais não sabiam o que se ia passar, achavam até que dentro da caixa havia um bolo de aniversário. Quando a pergunta surgiu, a mãe caiu de joelhos na areia e o pai chorou como nunca. A data está escolhida e o nosso Felizes para Sempre já começou há sete anos atrás. Mas este, foi

o SIM mais bonito da minha vida.




Marina e Tiago


Em Agosto do ano passado fomos com 2 amigos para a Europa pela primeira vez, fomos visitar vários países, Holanda, Alemanha, Bélgica e República Checa.

Numa dessas paragens fomos até Amesterdão. Como fazemos Geocaching, tinhamos uma data de caches planeadas, entre elas uma na Ponte do Amor, onde há a tradição de colocar um cadeado com o nome do casal apaixonado.


Ora lá fomos nós então passeando por Amesterdão até chegarmos à dita ponte. Colocámos o nosso cadeado como manda a praxe e lá fomos em busca da dita cache. Mal eu sabia que toda a comitiva tinha outros planos para aquela ponte... comecei à procura da cache e às tantas encontrei o que pensei ser o conteiner, quando fui a abrir para assinar os nossos nomes, era um papel especial, com um pedido de casamento.


Quanto tirei os olhos do papel, tinha o meu namorado ajoelhado com um anel na mão e os nossos amigos de câmaras fotográficas a postos! Foi muito especial e totalmente inesperado.



Carla e João Paulo


O pedido foi feito no dia 24 de dezembro de 2018 em frente à família de ambas as partes durante o jantar de consoada.

Eu estava a comer a sobremesa e ele levantou se da cadeira começou a falar que já namorávamos há 3 anos e que eu era a mulher da vida dele.


Posto isto ajoelhou-se e tirou a caixa do anel do bolso e pediu-me em casamento. O engraçado depois disto tudo foi a minha futura sogra dizer “oh pensei que vinha aí um bebé



Ana e Ricardo


15.03.2019. Fazia 4 anos desde a data em que nos conhecemos. Era já um dia especial, e por isso nunca poderia desconfiar que seria ainda mais importante, e bonito. O Ricardo é uma pessoa maravilhosa, culta, versátil, generosa, bondosa - mas também prudente. Sempre falou em como o casamento seria apenas um papel, um dia dispendioso e em como em nada mudaria o nosso amor. Eu sempre respeitei a sua crença, não seria justo nem saudável pressionar ou forçar algo que o faria ficar desconfortável... e por isso, nunca o esperei. Nunca desconfiei e nunca criei a expectativa.


E por isso aquele seria um dia especial pela celebração de 4 anos das nossas aventuras. Mas não. Disse para vestir uma roupa bonita e levou-me a jantar a um dos sítios mais especiais a que já tínhamos ido. No final, levou-me ao local onde nos beijámos pela primeira vez: é na nossa Cidade, no Porto, e onde passamos frequentemente e recriamos esse pequeno fragmento da nossa história.


E foi ali, junto à Fonte dos Leões, que começou a declarar-se, da forma mais transparente e genuína. Olhos nos olhos, vi-o nervoso e vulnerável pela primeira vez. Senti que estava a sonhar. "É real? O que vai acontecer?\"

E aconteceu. Ajoelhado perante mim, ergueu o anel e perguntou se queria casar com ele. "Sim. SIM!" Abraçamo-nos.


Foi um momento só nosso na imensidão de gente que começou a bater palmas. Não nos conheciam mas fizeram parte do nosso momento. Por uns momentos não soube dizer mais nada. Fiquei maravilhada, lisonjeada. Foi o momento mais bonito da minha vida: simples, à nossa imagem, repleto de significado. Irei guardá-lo para sempre comigo e relembrar-me da frase que mais me marcou: que percebeu que queria casar comigo porque de alguma forma lhe mostrei que "a vida pode ser mais feliz e ter mais cor".





Vanessa e Fábio


Eu e o Fábio decidimos casar sem que existisse um pedido de casamento \"oficial\". Lembro-me de um dia estarmos a conversar antes de dormir e ele olhar para mim do nada e perguntar se me casava com ele, ao que respondi que sim. Rimo-nos da situação e aquilo ficou. O plano estava lá, mas nada era oficial, nada estava decidido. Passado uns tempos, vimos a rubrica da casamenteira no programa da manhã com fornecedores da nossa zona (que por acaso viriam a ser efectivamente os nossos fornecedores) e percebemos que